Principais novidades no concurso PRF 2018

Legislação de Trânsito representa um terço da prova objetiva

O novo concurso PRF trouxe semelhanças como também novidades em relação ao último edital para carreira de policial rodoviário federal, publicado em 2013. Legislação de trânsito, por exemplo, voltou a ser uma das principais disciplinas das provas objetivas.

Os candidatos continuarão a responder 120 questões objetivas. A distribuição por área, no entanto, passou por significativas mudanças. Há cinco anos, foram cobrados 50 itens de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos.

Nas provas marcadas para o dia 3 de fevereiro de 2019, os concorrentes a carreira de PRF encontrarão estrutura um pouco diferente. As questões serão divididas em três blocos, como apresentado a seguir:

Bloco I – 50 questões: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático, Informática, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira, História da PRF;

Bloco II – 40 questões: Legislação de Trânsito;

Bloco III – 30 questões: Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal.

Dessa forma, um terço da prova objetiva do concurso será apenas para Legislação de Trânsito. Quem busca uma das 500 vagas na Polícia Rodoviária Federal deve, portanto, intensificar a preparação para essa disciplina.

O Cebraspe (antigo Cespe/UnB), banca organizadora, não informa a quantidade de questões que serão cobradas por disciplinas nos blocos I e III. Para Legislação de Trânsito, contudo, o candidato já sabe que terá que responder a 40 itens do total de 120 cobrados na prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

A forma de avaliação será a mesma. O concorrente deverá julgar sentenças como ‘certas’ ou ‘erradas’. Um erro significa a perda dos pontos de um acerto. Será considerado classificado na objetiva quem atingir mais de 10 pontos no bloco I, 12 pontos no bloco II, seis pontos no bloco II e 48 pontos no conjunto.

O bloco II, de Legislação de Trânsito, é o que possui o maior peso. Confira qual é o conteúdo programático para essa disciplina no concurso PRF 2018/2019:

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO: 1 Lei nº 9.503/1997 e suas alterações (institui o Código de Trânsito Brasileiro — CTB). 2 Decreto nº 4.711/2003(dispõe sobre a Coordenação do Sistema Nacional de Trânsito — SNT). 3 Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e suas alterações: 04/1998; 14/1998; 24/1998; 26/1998; 32/1998; 36/1998; 92/1999; 110/2000; 160/2004; 197/2006; 205/2006; 210/2006; 211/2006; 216/2006; 227/2007 (exceto os seus anexos); 231/2007; 242/2007; 253/2007; 254/2007; 258/2007; 268/2008; 273/2008; 277/2008; 289/2008; 290/2008; 292/2008; 349/2010; 356/2010; 360/2010; 371/2010 (exceto as fichas); 396/2011; 432/2013; 441/2013; 453/2013; 471/2013; 508/2014; 520/2015; 525/2015; 552/2015; 561/2015 (exceto as fichas); 573/2015; 598/2016; 619/2016; 624/2016; 643/2016; 720/2017; 723/2018; 735/2018.

A estrutura do concurso PRF está mantida. Ele será composto por: provas objetivas, provas discursivas, exame de capacidade física, avaliação psicológica, avaliação de títulos, investigação social e curso de formação profissional.

Concurso PRF 2018 é regionalizado

Ao contrário do último concurso PRF, o edital deste ano veio regionalizado! As 500 vagas oferecidas pela Polícia Rodoviária Federal estão distribuídas por 17 estados brasileiros. O destaque é o Pará, com 81 oportunidades, sendo 60 de ampla concorrência, 16 para negros cinco para pessoas com deficiência.

No mesmo dia em que o edital foi publicado, 28 de novembro, a corporação informou que a tabela de vagas estava com alguns erros. Horas depois, foi divulgada no site do Cebraspe a primeira retificação do concurso.

Na tabela abaixo, veja o número de vagas atualizado por estados na seleção:

As provas do concurso PRF não serão realizadas nas 26 capitais e no Distrito Federal, como em 2013. Os concorrentes poderão realizar os exames apenas nas capitais dos estados em que houver oferta de vagas na seleção e para qual se inscreveram.

Inscrições do concurso PRF estão abertas

Neste concurso, a PRF oferece 500 vagas para policial rodoviário federal. O cargo exige nível superior em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B ou superior. A remuneração é de R$9.931,57, já incluído os R$458 de auxílio-alimentação. No próximo ano, os vencimentos da carreira passarão para R$10.357,88.    

As inscrições do concurso para PRF foram abertas na segunda-feira, 3 de dezembro. Os interessados poderão se candidatar até o dia 18 do mesmo mês, pelo portal do Cebraspe. O primeiro passo é preencher a ficha com todos os dados solicitados.

Em seguida, imprimir o boleto e pagar a taxa de R$150. Apenas membros de famílias de baixa renda, que estejam inscritos no programa CadÚnico, e doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde poderão solicitar a isenção da taxa.

Nesse caso, eles terão a opção de indicar o pedido de isenção durante todo período de inscrição. Ainda será necessário encaminhar a documentação comprobatória das condições para banca organizadora. 


Publicado em 04/12/2018 às 23:09:12
Compartilhe com os amigos: