Física para o concurso PRF: saiba o que priorizar nos estudos

Professor Ronilton Loyola destaca os itens de Mecânica

As provas do concurso PRF deste ano devem trazer novidades em relação a última seleção realizada em 2013. A Polícia Rodoviária Federal já confirmou que estuda o perfil profissional do cargo para traçar um novo conteúdo programático dos exames objetivos. Uma das disciplinas que deve ter maior número de questões é Física aplicada à perícia de acidentes rodoviários.

Durante o estudo do perfil dos policiais rodoviários federais, a corporação considera as responsabilidades, atribuições e tarefas, além dos requisitos psicológicos e características exclusivas do cargo. Uma das mudanças apresentadas é que o policial tem deixado de atuar somente com o trânsito, passando também a ser uma polícia de combate ao crime.

Por isso, a disciplina de Física aplicada à perícia de acidentes rodoviários deve ter maior peso. No último concurso PRF, por exemplo, Física esteve dentre as 70 questões cobradas em Conhecimentos Específicos. O que deve se repetir em 2018, porém com um número maior de itens. 


O professor de Física do ‘Concursos com Trânsito’, Ronilton Loyola, recomenda que os candidatos tenham maior atenção na parte de Mecânica, sobretudo em cinemática, dinâmica e estática. Ele indica que a preparação seja contínua. 
“O candidato tem que começar a preparação desde a última prova. Se ele fez o concurso e não foi bem, na segunda-feira seguinte tem que começar a preparação. O concorrente tem que chegar às vésperas da prova sem faltar matéria para ele cumprir, somente fazendo exercícios”, diz Loyola. 
 

Mesmo sem banca oficial, professor orienta estudar todo conteúdo

Em meados de setembro, a PRF afirmou que já definiu a banca organizadora do concurso com 500 vagas para policial. O nome da instituição escolhida, no entanto, ainda não foi revelado. Isso porque a corporação aguarda um parecer da Advocacia Geral da União (AGU) para dar prosseguimento aos trabalhos. 

O tempo mínimo para a AGU dar o parecer favorável ou não a banca escolhida é de 20 dias, segundo a Assessoria de Imprensa da PRF informou ao portal Folha Dirigida. Por isso, o edital do concurso só deve ser publicado em outubro. O que significa maior tempo de estudo para os interessados na seleção. 

Mesmo sem ter o nome da banca divulgado, o professor de Física, Ronilton Loyola, acredita que o candidato deve estudar todo conteúdo teórico e resolver questões gerais da disciplina. Ele explica que as bancas, em geral, não têm o costume de cobrar Física em concursos públicos.

“Não temos nem muita referência na última banca que foi o Cespe. Então, o candidato tem que fazer exercícios gerais. O importante é estar firme e bem embasado na teoria para quando liberarem a banca, fazer exercícios próprios dela”.

Em Física, é importante estudar teoria e fazer cálculos 

Como adiantado pelo especialista Ronilton Loyola, as questões de Física são raras em concursos. “Porque é uma disciplina que cai muito em vestibular e não muito em concursos públicos”, esclarece. 
Na opinião do professor de Física, as provas do concurso PRF devem cobrar bastante teoria da disciplina. Ao mesmo tempo que os candidatos também devem ter o hábito de fazer muitos cálculos. 
“Como as bancas não tem muito histórico em Física é bom estar preparado nos dois sentidos: tanto na parte teórica como na de cálculos”, indica Loyola. 



O professor ainda recomenda “ler toda teoria, principalmente na parte de Mecânica, e fazer exercícios gerais. Procurar questões na internet e em livros”. Para os interessados no concurso PRF 2018, ele deixa a seguinte mensagem:
“É uma excelente carreira com salários atraentes. Se não estudar firme, fica complicado. Tem que estudar todo tempo que estiver disponível, inclusive aos sábados e domingo, fazer curso e simulados”.

Veja conteúdo programático de Física do último concurso PRF 

A prova do último concurso para Polícia Rodoviária Federal, realizada há cinco anos, contou com 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Gerais e 70 de Conhecimentos Específicos. A banca foi o Cebraspe (antigo Cespe/UnB). 
Como de costume, a organizadora não informou no edital quantas questões seriam cobradas para cada disciplina. Física aplicada à perícia de acidentes rodoviários estava dentre os conteúdos de Conhecimentos Específicos, em que os candidatos tiveram que julgar como ‘certos’ ou ‘errados’.

Confira abaixo o conteúdo programático da disciplina no último concurso PRF:

1 Mecânica:
1.1    Cinemática escalar, cinemática vetorial. 
1.2    Movimento circular. 
1.3    Leis de Newton e suas aplicações. 
1.4    Trabalho. 
1.5    Potência. 
1.6    Energia cinética, energia potencial, atrito. 
1.7    Conservação de energia e suas transformações. 
1.8    Quantidade de movimento e conservação da quantidade de movimento, impulso.
1.9    Colisões. 
1.10    Estática dos corpos rígidos. 
1.11    Estática dos fluidos. 
1.12    Princípios de Pascal, Arquimedes e Stevin. 
2 Ondulatória:
2.1 Movimento harmônico simples. 
2.2 Oscilações livres, amortecidas e forçadas. 
2.3. Ondas. 
2.3.1 Ondas sonoras, efeito doppler e ondas eletromagnéticas. 
2.3.2 Frequências naturais e ressonância. 
3. Óptica geométrica: reflexão e refração da luz:
3.1 Instrumentos ópticos: características e aplicações.
 


Publicado em 19/09/2018 às 15:48:45
Compartilhe com os amigos: