Concurso PRF: maior necessidade de policiais é no eixo Rio-São Paulo

Autorizado desde julho, o concurso PRF terá 500 vagas para policial rodoviário federal. O cargo exige nível superior completo em qualquer área, além de carteira de habilitação na categoria B. Os ganhos chegam a R$9.931,57. A expectativa é que o edital seja publicado no segundo semestre e que as oportunidades sejam para todo o Brasil.

A maior necessidade por novos policiais, no entanto, se encontra no eixo Rio-São Paulo. De acordo com dados divulgados em maio pela Associação Nacional do Transporte de Carga e Logística, foram registrados 25.970 roubos de mercadorias em todo o país no ano passado. O que gerou um prejuízo de R$ 1,5 bilhão.

Desse quantitativo, o Sudeste concentrou 85,5% das ocorrências. Esses números alarmantes poderiam ser reduzidos com intensiva atuação da PRF e com um número maior de policiais patrulhando as estradas. O eixo Rio-São Paulo ainda conta com a Rodovia Presidente Dutra, por onde circulam cerca de 50% do Produto Interno Bruto do Brasil. 
Concurso PRF regionalizado chegou a ser discutido em 2017.

concurso prf 2018

Para solucionar esses problemas pontuais, como roubos de cargas, a realização de concursos regionalizados já foi cogitada pela Polícia Rodoviária Federal. Em julho de 2017, por exemplo, foi discutida a abertura de um concurso PRF com 600 vagas apenas para o Rio de Janeiro e São Paulo.

A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Rio de Janeiro (SinPRF/RJ) em encontro com membros da corporação, o governador Luiz Fernando Pezão e o então ministro da Justiça, Torquatto Jardim. Na época, a PRF negou a abertura de concursos regionalizados.

Atualmente, a corporação trabalha somente com a autorização para abertura de 500 vagas de policial rodoviário federal em todo país. 

As oportunidades serão preenchidas de acordo com o orçamento e a necessidade de cada região. A PRF tem sede em Brasília, mas apresenta 27 superintendências regionais e mais de 550 unidades no Brasil.

Banca do concurso PRF ainda está em definição

A autorização oficial do concurso PRF foi publicada no dia 27 de julho no Diário Oficial da União. O ministro Raul Jungmann deu o aval para o preenchimento de 500 vagas de policial. 

De acordo a portaria, o prazo para o edital sair é de seis meses. Com isso, a Polícia Rodoviária Federal terá que publicar o documento até janeiro de 2019.

O edital, entretanto, deve sair antes do período estipulado. Isso porque a corporação já adianta os preparativos internos para a nova seleção. 

Por meio de sua conta no Facebook, o diretor geral da PRF, Renato Dias, disse: "Teremos concurso, sim, este ano. Estudem! Edital está sendo finalizado. O concurso sairá neste semestre. Pode continuar estudando. Boa sorte".

renato dias prf

Para que o edital seja divulgado, a PRF precisa definir a banca organizadora da seleção. Esse procedimento já está em andamento e o nome da empresa escolhida deve ser anunciado em breve. 

A banca mais cotada é o Cebraspe (antigo Cespe/UnB), que também organiza grandes concursos nacionais como os da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público da União. 

Detalhes do cargo de policial rodoviário federal

O que é preciso para se candidatar ao concurso PRF? 

O cargo de policial rodoviário federal tem como pré-requisitos idade entre 18 e 65 anos, e ensino superior em qualquer área. Os interessados no concurso PRF ainda devem apresentar carteira de habilitação na categoria B ou superior.

Qual é a remuneração atual? 

A remuneração inicial do cargo de policial rodoviário federal é de R$9.931,57, já incluso o auxílio-alimentação de R$458. 

Esses valores serão maiores em 2019? 

No próximo ano, a remuneração do PRF passará para R$10.357,88. O valor também já inclui o auxílio-alimentação de R$458.

Quais são as atribuições do cargo? 

A função de policial rodoviário federal foi criada em julho de 1935, com o nome de inspetor de tráfego. Desde então, suas principais responsabilidades são: 
•    Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;
•    Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;
•    Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;
•    Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;
•    Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;
•    Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado.


Quais são as vantagens do policial da PRF? 

A carreira e atribuições do policial rodoviário federal se diferenciam das demais forças policiais. Além disso, qualquer pessoa que passe no concurso PRF tem a oportunidade de assumir cargos de chefia dentro da corporação. 
O plano de carreia inclui desde a função mais simples até a do maior escalão, a de diretor-geral da PRF. Hoje, quem ocupa esse cargo é Renato Dias, 44 anos, policial rodoviário federal desde 1994.  


Publicado em 21/08/2018 às 21:11:14
Compartilhe com os amigos: