Concurso PRF: impulsione seus estudos em Resoluções do Contran

Conteúdo pode ser decisivo para conquistar uma das 500 vagas oferecidas

As provas do concurso para Polícia Rodoviária Federal estão marcadas para o dia 3 de fevereiro. Faltando menos de um mês, os candidatos as 500 vagas devem intensificar a preparação. 
As resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) correspondem a grande parte do conteúdo de Legislação de Trânsito. Por isso, merecem atenção especial dos que sonham em ingressar na PRF. 
Somente a disciplina de Legislação de Trânsito representa um terço da prova objetiva. Assim, acertar as questões dessa área, sobretudo das resoluções do Contran, podem fazer a diferença para conquistar a aprovação.

Veja quais são as resoluções do Contran presentes no edital do concurso PRF: 

Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e suas alterações: 04/1998; 14/1998; 24/1998; 26/1998; 32/1998; 36/1998; 92/1999; 110/2000; 160/2004; 197/2006; 205/2006; 210/2006; 211/2006; 216/2006; 227/2007 (exceto os seus anexos); 231/2007; 242/2007; 253/2007; 254/2007; 258/2007; 268/2008; 273/2008; 277/2008; 289/2008; 290/2008; 292/2008; 349/2010; 356/2010; 360/2010; 371/2010 (exceto as fichas); 396/2011; 432/2013; 441/2013; 453/2013; 471/2013; 508/2014; 520/2015; 525/2015; 552/2015; 561/2015 (exceto as fichas); 573/2015; 598/2016; 619/2016; 624/2016; 643/2016; 720/2017; 723/2018; 735/2018.

A resolução 619/2016, por exemplo, estabelece e normatiza os procedimentos para a aplicação das multas por infrações, a arrecadação e o repasse dos valores arrecadados, nos termos do inciso VIII do art. 12 da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, e dá outras providências.

Já a resolução 24/1998, estabelece o critério de identificação de veículos. A 32/1998, determina modelos de placas para veículos de representação. Enquanto a 231/2007, institui o Sistema de Placas de Identificação de Veículos.

Concursos com Trânsito tem intensivos para Resoluções do Contran

Para te ajudar a cobrir todo esse conteúdo, o Concursos com Trânsitos oferece dois intensivos de teoria e/ou resoluções de questões sobre resoluções do Contran.
Um deles é o “Madrugadão Resoluções do Contran”. O professor de Legislação de Trânsito, Leandro Macedo, dará uma aula ao vivo com início às 00h de 30 de janeiro. A promessa é revisar todas as resoluções antes da prova do concurso PRF. 
O outro intensivo será presencial. Os professores Leandro Macedo, Ednilson Ribeiro, Alan Ferreira, Alexandre Herculado, Julio Ponte, Jhonson Pestana e Fernando Pessoa irão ministrar aulas de teoria e também resoluções de exercícios sobre as Resoluções do Contran. 
As aulas ocorrerão de 18 a 28 de janeiro, na unidade de Madureira da Degrau Cultural (Rua Américo Brasiliense, 230 – Madureira, Rio de Janeiro-RJ). A escala dos encontros será a seguinte: 


Teoria:
•    18/jan, sexta, 18h30 às 21h30
•    19 e 20/jan, sábado e domingo, 08h30 às 19h
•    21/jan, segunda, 18h30 às 21h30

Exercícios:
•    25/jan, sexta, 18h30 às 21h30
•    26 e 27/jan, sábado e domingo, 08h30 às 19h
•    28/jan, segunda, 18h30 às 21h30

Com esses intensivos, você estará preparado para enfrentar as 40 questões de Legislação de Trânsito que serão cobradas na prova para ingresso na PRF. 
Concurso PRF: provas objetivas serão compostas por 120 questões
As provas objetivas, primeira etapa do concurso PRF, terão 120 questões. Tais itens estarão distribuídos em três blocos de conhecimento. São eles:
Bloco I – 50 questões: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático, Informática, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira, História da PRF;
Bloco II – 40 questões: Legislação de Trânsito;
Bloco III – 30 questões: Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal. 

No mesmo dia das avaliações objetivas, 3 de fevereiro, os concorrentes também deverão elaborar uma redação. De acordo com o edital do concurso, será classificado na objetiva quem alcançar mais de 10 pontos no bloco I, 12 pontos no bloco II, seis pontos no bloco II e 48 pontos no conjunto.

Taxas de inscrição do concurso PRF podem ser pagas até dia 15 de janeiro

Por mais que as inscrições do concurso para PRF tenham encerrado, o pagamento das taxas pode ser feito até o dia 15 de janeiro. Para confirmar a participação no concurso é preciso quitar o valor de R$150, em qualquer banco, Correios ou Casas Lotéricas. 

Pelo site do Cebraspe, banca organizadora, é possível imprimir os boletos. Os pré-requisitos para se candidatar ao concurso foram: ter nível superior completo em qualquer área, idade até 65 anos e Carteira Nacional de Habilitação a partir da “categoria B”. 

A remuneração inicial da carreira de policial rodoviário federal descrita no edital é de R$9.931,57, já incluído o auxílio-alimentação de R$458. Este ano, no entanto, tais valores tiveram aumento e passaram a R$10.357,88 para jornada de 40 horas.  

Os candidatos do concurso PRF também precisaram identificar, no ato da inscrição, o estado para o qual desejavam concorrer e também realizar as etapas da seleção. A nova seleção para o cargo trouxe essa novidade em relação ao edital anterior para ingresso na corporação, divulgado em 2013. 


Publicado em 08/01/2019 às 09:30:34
Compartilhe com os amigos: