Como estudar para o concurso Polícia Civil-RJ? Especialista responde!

Professor Luis Gustavo dá dicas aos interessados nas 96 vagas para corporação

O edital do concurso Polícia Civil-RJ com 96 vagas está previsto para ser divulgado até o final deste ano. Por enquanto, a corporação trabalha na escolha da banca organizadora da seleção. A recomendação dos especialistas, contudo, é aproveitar esse espaço de tempo para intensificar os estudos. 

Isso porque quando o edital for publicado, o candidato terá apenas que revisar os tópicos e fazer questões anteriores da banca escolhida. Para o professor de Direito Administrativo do ‘Concursos com Trânsito’, Luis Gustavo, a chave para aprovação no concurso da Polícia Civil do Rio de Janeiro é a antecipação dos estudos.

“Em um concurso desse porte, o segredo é antecipar os estudos”, afirma o especialista. Muitos interessados nas vagas para todos os níveis de escolaridade da Polícia Civil do Rio, entretanto, podem se perguntar: como começar a estudar para esse concurso público? 
Luis Gustavo acredita que a melhor fonte de estudo é o edital anterior. O professor também recomenda que os candidatos dividam o tempo de preparação de forma proporcional ao número de questões que caíram na última prova. 

“Ou seja, se tivemos 80 questões na prova e caíram 16 questões de uma certa disciplina, isso quer dizer que ele deve direcionar 20% do seu tempo para aquela matéria”, esclarece Luis Gustavo.

Como Direito Administrativo costuma cair nas provas da PC-RJ?

Nos últimos concursos para Polícia Civil do Rio, sobretudo para o cargo de inspetor, a disciplina de Direito Administrativo foi cobrada na parte de Conhecimentos Específicos. Questionado se isso deve se repetir nas provas objetivas da nova seleção, o professor Luis Gustavo disse que sim.  

“Tradicionalmente, o Direito Administrativo vem na parte de Conhecimentos Específicos e vem ganhando um grande peso com o passar dos anos”, identifica. Sobre os assuntos da disciplina que mais são abordados nas provas para a corporação, o professor recomenda que os candidatos fiquem atentos aos itens relacionados ao servidor, como:

•    Estatuto do Policial Civil;
•    Estatuto do Servidor Público Estadual;
•    Lei de Improbidade. 

“Além disso, estrutura da Administração Publica e responsabilidade civil do Estado são temas bem cobrados na área policial”, indica Luis Gustavo. Na opinião do especialista, a melhor forma de estudar esses conteúdos é por questões de provas anteriores. “Só assim o candidato consolida o conhecimento adquirido”.
A persistência, para o professor, é a característica que o candidato não pode deixar de ter para ser aprovado. Além disso, ele acredita que acreditar em seu potencial é fundamental. “Estudem, porque é um excelente concurso. A tendência dos próximos governos é valorizar mais a área policial de maneira geral e não se esqueçam da prova física!”

Polícia Civil-RJ inicia preparativos do concurso para 96 vagas

Entre junho e julho, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, autorizou a abertura de concurso para 96 vagas na Polícia Civil. As oportunidades serão distribuídas por cinco carreiras de diferentes níveis de escolaridade. 



O destaque é o cargo de auxiliar de necropsia, que terá oferta de seis vagas. Para se candidatar será preciso apenas ter o ensino fundamental completo. Os ganhos são de R$4.174,34, já incluído o auxílio-alimentação de R$248. Tais valores são considerados acima do mercado para essa escolaridade. 

Confira abaixo a distribuição das vagas por cargo, requisitos e salários:

- Auxiliar de necropsia – 6 vagas:
Nível fundamental completo
R$4.174,34

- Técnico de necropsia – 4 vagas:
Nível médio completo
R$4.885,31

- Inspetor – 50 vagas:
Nível superior em qualquer área e carteira de habilitação na categoria B
R$5.809,58

- Perito Legista – 20 vagas:
Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica
R$7.827,33

- Delegado – 16 vagas:
Nível superior em Direito
R$18.157,73

Os preparativos do concurso para Polícia Civil do Rio já foram iniciados. De acordo com o portal Folha Dirigida, fontes ligadas à corporação informaram que o processo para escolha da banca organizadora já está em andamento. A instituição deve ser definida pelo método de licitação e não mais por dispensa.

Uma mesma banca poderá estar à frente do concurso para todos os cargos, caso vença todos os processos que estão abertos para cada cargo. Isso, contudo, não será uma regra, já que haverá um contrato para organizar a seleção de auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, inspetor, perito legista e delegado.

A boa notícia é que os editais do concurso Polícia Civil-RJ devem ser divulgados ainda em 2018. Em entrevista ao portal Folha Dirigida, Gisele Pereira, subchefe administrativa da corporação,  disse que empenha todos os esforços para que os editais sejam publicados o mais rápido possível.

Para isso, é necessário que a banca organizadora seja definida. A delegada Gisele esclareceu que esse processo demora, ao menos, quatro meses. A intenção da Polícia Civil, entretanto, é que o prazo seja reduzido para agilizar os trâmites de abertura da nova seleção.


Publicado em 17/10/2018 às 19:35:24
Compartilhe com os amigos: